EMDHAP É FINALISTA DE PRÊMIO PARA MELHORES PROGRAMAS DE ESTÁGIO

  • Compartilhe nas redes Sociais


  • A Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba (EMDHAP), é uma das organizações finalistas no 10º Prêmio Ciee Melhores Programas de Estágio. A premiação é uma iniciativa do Centro de Integração Empresa-Escola, com objetivo de reconhecer órgãos que colaboram para a efetiva inserção no mercado de trabalho, ao investir na formação e no treinamento de jovens profissionais.

    Kátia Mesquita, diretora administrativa da EMDHAP, destaca a importância para a Empresa Habitacional e para os estagiários a participação neste processo. “Levar este prêmio no currículo demonstra o quanto o estagiário desempenhou bem as funções e o quanto se dedicou para que a EMDHAP tivesse o melhor trabalho”, disse.

    Kátia iniciou seus trabalhos na EMDHAP em 2018, mas já é uma veterana na premiação. No período em que trabalhou na Câmara de Vereadores de Piracicaba, conquistou, juntamente com o corpo de estagiários do Legislativo três vezes o prêmio em edições anteriores.

    Nossos estagiários
    Lucineide, 22 anos, estagiária do setor de Regularização Fundiária está prestes a completar dois anos de estágio, porém ela já está na EMDHAP há quase quatro anos. Como? Seu primeiro emprego veio entre uma parceria da Empresa Habitacional e o Instituto Formar, conhecido antigamente como Guarda Mirim. Ela conta da importância para sua formação profissional:

    “A minha experiência aqui foi excelente, entrei na EMDHAP através de uma parceria que a empresa possuía com o Instituto formar de aprendizagem profissional, fui muito bem acolhida e instruída por todos os profissionais, e após percorrer dois anos produtivos como aprendiz, fui aconselhada pelos funcionários da empresa a começar um curso de formação superior, e mais uma vez eles me acolheram me oferecendo a oportunidade de estagiar aqui por 2 anos, onde eu pude aprender muito. ” Informou.

    Durante a maior parte do estágio, Lucineide trabalhou com o Programa Minha Casa Minha vida. “As etapas eram diversas, desde atendimento ao público para preenchimento de dossiês onde podíamos conhecer cada pessoa, cada história, até a entrega do empreendimento que ocorreu no final do ano passado, onde foram beneficiadas com moradias 1.200 famílias, um momento foi de realização, primeiro por ver a felicidade deles recebendo a chave de suas moradias, e por saber que fizemos partes de tudo, onde foi possível aprender muito”. Disse ela.

    Hoje Lucineide se considera muito mais preparada para o mercado de trabalho e avalia a importância do estágio para seu currículo e também para sua formação pessoal:
    “Com o estágio foi possível aprender muito, aqui na EMDHAP os estagiários são estimulados a aprender cada vez mais, sinto que hoje sou uma pessoa totalmente diferente de quem eu era a dois anos atrás”. Disse.


    Lucineide, 22 anos, estagiária da EMDHAP.

    João Marcos, de 22 anos, é um dos estagiários mais antigos do setor Comercial da EMDHAP e também está prestes a completar dois anos de trajetória.


    João, 22 anos, estagiário da EMDHAP.

    Ele fala da importância de ter trabalhado no setor comercial da EMDHAP:
    “Foi um lugar onde eu aprendi mais do que eu imaginava. Tive oportunidade de pôr em prática muita coisa, além de trabalhar com o público, algo que considero muito importante para mim”. Disse ele.

    Oportunidades:
    Juliana Salvian, 32 anos, formada em Serviço Social, começou na EMDHAP como estagiária. Ao final do seu estágio, ela conta que viu uma oportunidade de continuar trabalhando, mas como efetiva em uma empresa terceirizada que presta serviços à EMDHAP.

    “Quando eu era estagiária, passei por quase todos os setores que estão relacionados a minha área de formação. Fui desde o plantão, até os setores de regularização fundiária e o Programa Minha Casa, Minha Vida. Foi uma experiência enriquecedora, que somou com o aprendizado que tive na faculdade. Hoje continuo funcionária, graças à uma oportunidade que se abriu da empresa terceirizada que cuida do serviço social aqui na EMDHAP. Sem dúvidas é uma das melhores empresas para se começar a carreira”. Disse ela.


    Juliana, 32 anos, Assistente Social da EMDHAP.

    O anúncio dos premiados acontece em 4 de abril, às 18h30, no Espaço Sociocultural do Teatro Ciee, no Itaim Bibi, na capital paulista. Nesta edição, são 1.227 organizações participantes.