Mutuários não cumprem acordos realizados

  • Compartilhe nas redes Sociais

Segundo o departamento comercial da empresa habitacional, grande parte dos acordos realizados ficam parados aguardando a assinatura dos mutuários e alguns não são cumpridos pelos solicitantes. O atraso e o não pagamento das parcelas se repetem como se a negociação não houvesse acontecido.

“É necessário que os mutuários compreendam a importância do acordo” salienta Claudia Amstalden, funcionária da EMDHAP. O acordo gera trabalho e dedicação dos funcionários dos setores comercial e jurídico, afim de que os mutuários obtenham a escritura de seu imóvel após a quitação do financiamento.
A EMDHAP – Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional, realiza o atendimento e a orientação de pessoas dispostas a quitar suas dívidas, de segunda a sexta das 8h00 às 16h30, realizando simulações para o melhor acordo.
As negociações realizadas pelo setor comercial são referentes aos empreendimentos da EMDHAP. Para o acordo de outros programas como a CDHU- Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano e a COHAB – Companhia Metropolitana de Habitação é necessário procurar os respectivos órgãos.
A COHAB realiza atendimento aos mutuários em toda última terça-feira do mês na sede da EMDHAP das 9h00 às 15h30. A CDHU estabelece em seu site e em seu aplicativo formas de parcelamento de parcelas atrasadas.

Como acessar o portal da CDHU?

Simples, basta acessar Portal do Mutuário da Companhia pelo site da CDHU – www.cdhu.sp.gov.br ou pelo aplicativo da Companhia em smartphones e tablets.
O aplicativo da CDHU permite que os mutuários tenham maior facilidade para gerar a segunda via de parcelas em atraso, podendo obter o código de barras pelo próprio aplicativo ou encaminhar o documento por e-mail. Para instalar o aplicativo, disponível gratuitamente, basta digitar “CDHU” sem as aspas na loja de aplicativos do Google Play ou da APP Store. O aplicativo não está disponível na plataforma do Windows Phone, mas o site exibe uma versão mobile para celulares.

Texto: Lucia Teodoro, estagiária de Comunicação